Menos é mais na festa

Quem acompanha o blog sabe que estou buscando viver com menos, levar uma vida mais simples. Quer dizer, tentar viver com menos. Não é fácil, claro, se desfazer de objetos, de hábitos, de manias que envolvem manter ou adquirir coisas. Se você perdeu algum capítulo dessa história, pode ler este post e este também.

buque3 copy

Foto: Utterly Engaged

Pois eu sempre pensei muito sobre isso também no campo das festas. Como nós produzimos lixo, gente! Ok, lixo não é uma palavra legal, né, pra se inserir numa conversa sobre festas, mas na verdade é isso mesmo que a gente produz com todas aquelas “coisinhas” que criamos pra enfeitar, pra ficar bonitinho. Se formos pensar a fundo, festa não é só pra ficar bonitinha, é pra celebrar e emocionar, afinal, tem um motivo pra estar todo mundo reunido, sim? O que eu quero dividir aqui com vocês, é que não precisamos torrar uma fortuna produzindo uma festa. Que muitas vezes, uma decoração enxuta, com o essencial pode ficar muito mais linda, convidativa e delicada. Daquelas que fazem a gente olhar para o momento, e não para os enfeites.

Por exemplo, não servem mais o brigadeiro naquelas forminhas tradicionais de papel. Hoje, os docinhos são envolvidos por um plástico, depois por uma forminha de papel e ainda colocados dentro de alguma coisa que esteja de acordo com o tema da festa, como uma flor de tecido, um carrinho de brinquedo, enfim, alguma coisa que posteriormente não vai servir pra nada, que provavelmente vai sujar com o doce, ou as crianças vão derrubar no chão e pisotear.

Há programas de TV sobre festas infantis (assim como os de casamento) que mostram exatamente esse tipo de realidade – e que infelizmente acabam vendendo uma ideia de quantidade. Esses dias vi um em que seria distribuído frisby pra criançada. Legal incentivar que as crianças brinquem ao ar livre. Só que o brinquedo vinha dentro de um saquinho de tule, para o qual a criança não está nem aí, e amarrado com uma fita, com um cartão, com sei lá eu mais o quê. Tinha também um docinho que, como o tema da festa era praia, vinha servido num baldinho de metal, com minipazinhas e chinelinhos espetados no doce e tudo mais. Olha a quantidade de coisinha colocada num doce pequeno. E ninguém vai ficar juntando essas pecinhas sujas de doce pra levar pra casa. E façam as contas em quantos aniversários vocês já foram e ainda irão nesta vida e quantas coisinhas dessas vocês levariam pra casa? E que, vamos combinar, não servirão pra nada.

Falando em levar pra casa, na galáxia das festas ainda há um universo à parte: o das lembrancinhas. Vem comigo.

Depois de ler sobre o meu desafio do desapego, uma amiga me contou que entrou na onda – o que me deixou felicíssima – e que se desfez de muitas coisas em casa, inclusive de lembrancinhas de 1 aninho de gente que já estava fazendo 15 anos! Inclusive, ela chegou para a mãe da adolescente e contou que tinha encontrado em casa a lembrancinha do 1 aninho da filha. Pois não é que a mulher riu da cara dela, dizendo “como que tu ainda tem isso? nem eu tenho!”. Bom, depois dessa, só há uma certeza: se os pais não guardam, por que nós guardaríamos?

E dentro do universo das lembrancinhas, tem o mundo das lembrancinhas com foto. Gente, não façam isso. Ninguém tem espaço em casa pra guardar fotos dos próprios parentes, que dirá fotos dos filhos das outras pessoas. Aqueles minicavaletes de pintor, que de mini não tem nada, com a foto da criança. Quem tem espaço praquilo? E já pensou a foto do seu filho sendo jogada fora? Isso não é legal. Não coloque a carinha dele nas coisas. Dê algo bem gostoso pras pessoas comerem em casa, com um cartão de obrigada e estamos pra lá de satisfeitos.

E lembrança de casamento? Aquela miniespumante com a foto dos noivos no maior amasso? Quem vai guardar a foto de um outro casal em casa, gente? E depois que se bebe, a garrafinha vai pra onde? Pro lixo. E daí o casal todo romântico fica lá, no lixo? Nada legal. Os bem-casados ainda são a melhor lembrança de casamento E V E R! – isto é, de todos os tempos, pra sempre, eternamente.

E a melhor decoração E V E R? Flores. Não precisa gastar com aqueles banners com foto ampliada que depois nem você vai aguentar olhar praquilo em casa. Além de ser cafona. Flores! E elas ainda podem render a alegria de outras pessoas: após a festa, você pode doar os arranjos para instituições de caridade ou asilos, alegrando um pouco o dia dessas pessoas. Olha que maravilha de decoração!

flores casa baunilha

Foto: Wedding Chicks

decor guardanapo casa baunilha

Foto: Água Benta Fotografia no Constance Zahn

Quer mais sugestões de lembrancinhas? Aí vão algumas – e gente, um tipo só tá bom, viu. Não precisa ter um cardápio de lembrancinhas, senão os convidados ficam se acotovelando pra ver quem pega qual e ainda tem aqueles que levam uma de cada, deixando outros convidados sem nenhuma. Então, a mesma lembrancinha pra todo mundo e cada um leva uma, sem confusão. E posso dizer só mais uma coisa? Lembrancinha pra quem não comparece devia ser proibida por lei! Viu, convidado? Nada de levar lembrancinha pra todos os seus parentes que não foram na celebração, ok? Como diz o nome: lembrança. Se a pessoa não foi, não tem como lembrar.

NATURAIS | Além de fofas e cheias de vida, as mudas e plantinhas enfeitam a casa dos convidados:

lembrancinha-casa-baunilha

Fotos: 1. A la crate vintage | 2. Closer to Love no Modwedding | 3. Dove + Sparrow no Ruffled | 4. Gustavo Gaiote

Ou, ainda, pacotinhos com sementes de flores:

sementes-de-flor-casa-baunilha2

Foto: Eden Day Photography no Wedding Chicks

DELÍCIAS | Além do bem casado (para o casamento, claro), há muitas outras gostosuras que você pode oferecer aos convidados. Pode ser o doce preferido do seu filho ou, se você tem uma mão boa pra fazer geléia, agora é a hora de mostrar todo o seu talento. Ou, caso você tenha um conhecido que cultiva mel, por que não? E as embalagens de vidro ainda podem ser reaproveitadas pelos convidados:

lembrancinha-casa-baunilha2

Fotos: 1. Spottswood Photography | 3. Wedding Chicks | 2. Lover.ly | 4. Vida de noiva

Olha a mini espumante, sem foto de casal, se não tá um docinho de coco isso? Eu só tiraria o canudo de papel, porque além de ser uma coisinha a menos, beber direto na garrafa é um dos prazeres da vida, né não?

mini espumante casa baunilha

Foto: Mademoiselle Fiona no Modwedding

UTILIDADES | Velas também enfeitam e ainda podem perfumar a casa dos convidados:

vela casa baunilhaFoto: Live Simply

velas casa baunilha

Uma graça estas em vidros de tamanhos e formatos diferentes. Foto: Garden Therapy

velas casa baunilha2

Com um simples adesivo na tampa apenas com o nome do casal e a data da festa. Foto: Lulu Sugar no Etsy

Ainda não é isso que você queria? Tem muita coisa útil e diferente que a gente nem imagina. Por exemplo: açúcar aromatizado. Encontrei estes que vem em potes de vidro decorados, lindos:

sugar 1 casa baunilha sugar2 casa baunilha

Fotos: Sugar and Charm

Quando a gente tira os excessos, fica tudo melhor, já dizia o arquiteto Ludwig Mies van der Rohe com a expressão menos é mais, e já dizia também Coco Chanel, quando “limpou” o visual das mulheres. Fica tudo elegante e as emoções, o sentimento de celebração, vem para o primeiro plano. E imagine a economia que você vai fazer eliminando esse excesso de detalhes? Quem sabe investir um pouco mais num bom DJ ou numa banda legal, ou num buffet daqueles? Ou em fotografia de primeira, pra registrar momentos como esse antes do seu casamento:

foto-casamento-casa-baunilha

Foto: Gustavo Gaiote Fotos

Ou durante:

noiva

Foto: Utterly Engaged

Vamos deixar a emoção e a celebração enfeitarem a festa ; )

3 ideias sobre “Menos é mais na festa

  1. Pingback: Flores e luz: o casamento perfeito - Casa BaunilhaCasa Baunilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *