Calma, 2016

calma-casa-baunilha

Quando vamos desejar boas festas pra alguém, seja natal ou ano novo, parece difícil de sair dos clichês. Acho que só sendo muito íntimo pra falar alguma coisa que não seja aquele texto trivial que chega a atiçar nossa úlcera.

Fico sempre com aquela sensação de que estou fazendo uma coisa errada, porém, fazendo alguma coisa, pra depois ninguém dizer que não fiz nada. Entenderam?

Mas o que eu queria desejar para as pessoas, e isso vem de muito tempo, é calma. Mas quem é que vai gostar de ouvir uma coisa dessas? Iam logo dizer “Tá me chamando de estressado?” ou “Mas eu sou uma pessoa calma!!!!!!!”.

Calma, pessoal.

O mundo tá caótico. As pessoas só falam em falta de tempo. Ninguém mais consegue terminar uma conversa, vocês já repararam? Eu achava que era coisa de quem tinha filho pequeno, mas agora vi que é geral. Será que todo mundo tem déficit de atenção? Aliás, tá todo mundo super hiper medicado. Criança é medicada a torto e a direito porque gosta de correr e brincar e pintar ao mesmo tempo. Mas que criança que nunca?

Calma, gente.

Eu podia estar fazendo um tutorial de enfeites de natal, eu podia estar decorando, mas estou aqui, te desejando o melhor que uma pessoa pode desejar pra outra. Calma.

Já reparou que os dias sempre passam? Um depois do outro? Que o natal sempre acontece? E que o réveillon sempre chega? E que no primeiro dia do ano novo vem aquela sensação de que vai acontecer tudo de novo?

Então, pra que a pressa? Pra que a correria, o estresse?

Onde você estiver, fique bem.

Está preso no trânsito e a meia noite do dia 31 está se aproximando? Fique bem.

Lembre-se de que deve ter mais gente junto com você ou no seu entorno que precisa da sua positividade. Mesmo que você não seja a pessoa mais positiva da Terra, nem a segunda, fique bem. Respire. Lembra o que é isso? É de graça.

É, eu sei, você fez queném eu, deixou pra comprar os presentes em cima do laço. Tudo bem, eles estão todos lá te esperando, a indústria faz um monte deles, não importa o quanto as pessoas comprem, sempre tem muitos deles.

Eu sei, eu sei, a fila já deve estar grande. Pensa naquele pior momento que você já enfrentou na vida. A fila não é nada, certo? Aproveita o tempo e vai atualizando sua lista de presentes a comprar ou coisas a fazer, vai riscando ou criando uma. Vai pensando nas coisas boas que você realizou durante o ano. Vai pensando “que bacana que eu posso estar aqui comprando essas coisas pras pessoas que gosto”. Vai pensando que tudo podia ser pior. Vai pensando que tá tudo bem, e que vai ficar tudo melhor ainda, pois vai acabar. Dia primeiro tá vindo.

Vocês devem estar pensando “Que depressiva, que down, que vibe é essa?”.

Calma, pessoal. É só um post. Nada demais. Se ele servir pra vocês se darem conta de que a vida de vocês é maravilhosa, super feliz, pra cima, colorida, então esse post cumpriu mais do que o seu papel. : )

Mas ele só está desejando calma. Um feliz natal, claro, e um feliz ano novo também, mas, acima de tudo, calma.

calma-casa-baunilha2

calma-casa-baunilha3
calma-casa-baunilha4
calma-casa-baunilha6
Fotos: Juciéli Botton / Casa Baunilha

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *