Quarto de criança nem rosa, nem azul

casa baunilha quarto infantil 6

A restrição do universo de uma criança a uma (01) cor sempre me perturbou, como rosa para meninas e azul para os guris. Qual é a plausível justificativa que se tem para limitar as cores do universo infantil? Ah, a sociedade de consumo… Você não vai encontrar uma bicicleta infantil no mercado que seja feita para seus dois filhos. Se você tiver um menino e uma menina, terá de gastar comprando duas bikes, uma azul para ele e uma rosa para ela, o que, se você for pensar, não ajuda na hora da lição de aprender a dividir. O mundo é colorido, gente. Nós, depois de adultos, é que resolvemos gostar do cinza, do preto, do branco, de cores neutras. Criança, além de gostar do colorido, precisa de todos esses estímulos visuais riquíssimos que são as cores.

Pois bem. Folheando revistas online encontrei, na Minty Magazine, um quartinho que é uma graça. Não tem essas limitações e, por isso, ficou demais. Poderia ser o meu quarto, inclusive.

casa baunilha quarto infantil 2casa baunilha quarto infantil 4casa baunilha quarto infantil 1casa baunilha quarto infantil 3 casa baunilha quarto infantil 5

Três lições que podemos tirar deste quartinho:

  1. A madeira traz aconchego.
  2. Os objetos coloridos fazem a própria decoração. Reparou que não tem nada nas paredes? Nem tinta colorida, nem painel, nem papel de parede, nem nada? Sai barato um cantinho desses, heim?
  3. Justamente por não ter uma base engessada, é um quarto que irá acompanhar seu filho por todo o crescimento. É só ir agregando futuros objetos que terão a ver com a fase e a história dele.

Amei.

Fotos: Reprodução | Minty Magazine

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *