1 quadro, muitas histórias

Adoro colecionar coisas, claro que na medida do possível, porque meu apê é pequeno, então não posso me dar ao luxo de colecionar bicicletas, por exemplo (tirando o fator grana pra fazer essa brincadeira, ok?).

Então, se você também é do time que coleciona miudezas em larga escala, confere esta ideia pra reunir e expor a sua preciosa coleção, ou melhor, a sua preciosa coleção de histórias vividas. Que, na real, é isso que as coleções representam pra nós.

Em caixinhas com a frente envidraçada, você vai jogando ali as peças e, com o tempo, vai vendo a coleção crescer. Quadrinhos e até alguns porta-retratos cumprem muito bem esse papel. E, no fim, a coleção acaba virando um quadro bonito na sua parede.

historias de casa

A colorida coleção de caixinhas de fósforo é da Histórias de CasaContinuar lendo

Vida simples

Oi, gente! Tudo bem com vocês? Eu tô ótima, mais leve! No post anterior contei pra vocês que faria a revolução dentro de casa e descartar muitas coisas a fim de ter uma vida mais simples, com menos objetos, menos roupas, menos tudo, lembram?

E, como prometido, agora vou contar o passo a passo que me ajudou nessa empreitada, aquele do método konmari que li no livro da japonesa Marie Kondo, A mágica da arrumação. Antes, queria situar vocês no meio dessa conjuntura toda. A mudança sempre esteve dentro do meu eu. Vocês devem saber como é, a gente começa a mudar a forma de pensar ao longo da vida, a entender tudo de um jeito diferente e então ficamos com vontade de começar do zero! Só que por comodismo vamos levando a vida do jeito que está, né não?

vida simples casa baunilha 1-01

DIANTE dA NATUREZA AÍ DA FOTO, VIDA SIMPLES NA VERDADE tá mais pra VIDA DE LUXO!

 

Pois o grande tapa na cara me foi dado pela natureza, durante a viagem que fiz a Foz do Iguaçu, no Paraná. A chuva que as quedas d’água das Cataratas lançaram sobre mim surtiram efeito pra dentro da minha pessoa. Acho que fui batizada de novo! hahaha De um lado, a natureza correndo seu curso e, de outro, a pesada intervenção Continuar lendo

Por uma vida com menos coisas

ORGANIZAÇÃO. Ô palavrinha que é fácil de expressar e difícil de se concretizar na vida. No caso, na minha. Eu confesso que não era, gente, e acabei sendo. Bagunceira. Coisa boa assumir uma coisa dessas. Coisa boa assumir qualquer coisa né. Ser quem a gente é. Só que no caso, eu não quero mais ser bagunceira. Na real, nunca quis.

desapegocasabaunilha2

Faz tempo que tento dar fim à bagunça. Na verdade não é bem bagunça, o buraco é mais embaixo. São coisas diferentes você: 1) chegar em casa do trabalho e jogar a bolsa no sofá e 2) não ter onde jogar a bolsa porque sua casa tem muitas coisas. Sacou? Em outro post eu tinha contado que meu namorado apelidou nossa casa de A Casa das Coisas. E é tudo culpa minha. Se a gente se separasse hoje era mais fácil ele sair de casa, levando só uma mochila, do que eu, porque teria de contratar uma transportadora.

Pra que ter as coisas? Pra que ter o DVD do filme Rocky Balboa? Pra que manter respirando com a ajuda de aparelhos um livro de uma cronista escrito em 1500, cujas opiniões nem ela mesma concorda mais? Ela deve ter trocado até de time de futebol nesta altura da vida. Continuar lendo

Shhhh!

“A paz invadiu o meu coração / De repente, me encheu de paz” e a gente segue cantando Caetano e admirando a paz que a luz desta casa traz. As cores suaves garantem a calmaria e os detalhes em preto trazem aquele Q de sofisticação.

casa baunilha1 casa baunilha2 Dá pra perceber pela proximidade do fogão com o sofá que a casa é compacta, mas acaba Continuar lendo

Hall de entrada revitalizado

Eu aproveitei o feriado do Carnaval para, além de descansar, revitalizar o hall de entrada do meu apartamento. Já que ainda não começamos a obra pesada no apê, eu me entreti dando um trato nesta área do apartamento que nada mais é do que a entrada, onde se tem a porta, só que eu chamo de hall.

Meu sonho era ter um hall de entrada. E como o apê não tem esta área no seu interior, eu dei um jeito de criá-la fora.

hall-de-entrada-casa-bauniha

Na verdade, a configuração do prédio acabou proporcionando este presente. Esta área da entrada fica resguardada por um muro que circunda a escada. Então, esse muro acaba criando um  Continuar lendo

Nosso espaço, nossa vida

casa baunilha espaco11

Nossa relação com o espaço é completamente sensorial e cognitiva. Precisamos vivenciar e sentir pra saber qual é.

Peraí, já explico.

Meu namorado viveu a vida inteira em uma casa, no nível do mar como costumo dizer, e enorme. Já eu, sempre em apartamento. Quando ele vinha visitar aqui em Porto Alegre, no JK que dividia com minha irmã e minha prima Continuar lendo

É nos pequenos frascos…

Ou, é nos pequenos apartamentos que encontramos… e aí você completa. Eu completo com “o prazer de viver”. Sério gente, me emocionei de ver e me apaixonei por este apê e não poderia ser melhor para o primeiro post de 2015, pois ele lembra muito o meu no tamanho e na configuração. Ele é compacto e os móveis enxutos respeitam o tamanho do apartamento e o arejamento que ele precisa. Todas as peças, tanto móveis quanto objetos decorativos, combinam perfeitamente, e o casamento das cores ficou fantástico. Adorei.

Bora espiar!

1ape O apartamento de dois quartos pertence à designer de móveis Katy Skelton e seu marido. Ela cria suas peças no home office e muitas Continuar lendo