Feira do Rio Antigo ou Feira do Lavradio – Um desejo realizado

Eu pesquisei muito sobre o Rio de Janeiro antes de conhecê-lo. Principalmente em se tratando de decoração, usados, antiquários, feiras ao ar livre, onde eu pudesse encontrar souvenirs interessantes e também… gente, muvuca. A Feira do Lavradio, também carinhosamente chamada de Feira do Rio Antigo, se tornou uma experiência pra se viver na minha lista de coisas do que fazer no Rio. E parecia que era pra ser mesmo, porque a feira acontece no primeiro sábado do mês, e eis que eu estava lá no primeiro sábado de maio.

Superou tudo que eu tinha imaginado. A feira é tudo o que uma feira tem que ser, e é ainda melhor. Movimentada mas não a ponto de você não conseguir se locomover. Produtos maravilhosos, tanto da parte de artesanato – produtos novos – quanto dos itens de brechó e antiquário. Aliás, a Rua do Lavradio é uma rua de antiquários. Eles se misturam às barracas da feira. Estas, uma charme só, todas iguais, com um toldo em padrão estampado de listras vermelhas e brancas. Adorei. Mas continuando sobre o que a feira tem de bom, eu ainda destacaria as pessoas. Gente interessante e alegre. Deve ser por causa da música que fica tocando. A feira tem trilha, então todo mundo fica envolvido no clima de corpo e espírito. Samba, música brasileira. Imagina começar o sábado assim.

Deixo aqui alguns dos meus registros sobre esse item que eu tive o enorme prazer em riscar da minha lista. Continuar lendo

Onde comer no Rio: comida honesta, preço justo, pra turista

Longe de mim dizer quais são os melhores restaurantes e bares e novidades no setor gastronômico do Rio de Janeiro. É que a minha situação era bem específica e pode também ser a sua, caso você esteja no Rio ou planeja ir. E, como eu consegui fazer boas escolhas, pensei, por que não compartilhar e ajudar outros turistas?

A situação era esta: Era maio deste ano e minha primeira vez no Rio de Janeiro. Eu tinha uma lista sem fim de coisas que eu queria conhecer. Ou seja, tempo e dinheiro eram preciosos – na real, para o turista, isso é sempre precioso. Então, perder tempo esperando um prato caro ficar pronto no restaurante não era uma opção. O objetivo era aproveitar ao máximo a cidade de uma forma econômica – pra que eu não tivesse que abrir mão de nenhuma experiência da minha lista – me alimentando bem pra aguentar o pique e de forma prática, ou seja, em lugares onde a comida já estivesse pronta, como em um buffet.

Ou seja, meus amigos, seguem aqui lugares em que eu fui feliz na escolha, com comida honesta, feita na hora, o clássico arroz e feijão e com preço justo, pra almoçar tanto na Lapa quanto na Urca. E ainda tem uma dica de café da manhã leve e também de um sanduíche maravilhoso pra jantar, ambos em Copacabana.

Vem comigo.

URCA GRILL (pelo Google, porque na comanda da foto ainda estava Estrela Grill)

  • Bar e restaurante com buffet.
  • Sirva tudo o que puder, uma vez, a R$ 19,00.
  • Rua Mal. Cantuária, 10, Urca.

Após uma manhã na Praia Vermelha e no Pão de Açúcar, perguntamos a um militar que passava onde poderíamos almoçar por ali e que não fosse tão absurdamente caro. Ele indicou o caminho das pedras com várias opções e acabamos por escolher Continuar lendo