7 sofás e suas almofadas – e por que tê-las?

É verdade, elas não são obrigatórias. No meu sofá, por exemplo, eu não tenho almofadas. Ainda. Isso porque desde que ele chegou, e já faz tempo, eu não parei pra pensar nas almofadas. Tem que ter química, não adianta. Elas precisam parecer que nasceram pra ele.

a-beautiful-mess3

E não é só uma questão estética. A adição de camadas num ambiente torna ele aconchegante. Acrescentar mais tramas e tecidos, além de cores, enriquece a experiência visual e tátil no espaço. Seu sofá pode ser o mais macio da face da Terra, mas se visualizar almofadas lindas sobre ele, é como enxergar um abraço de mãe te esperando.

E vale lembrar que vale tudo. Eu sou suspeita porque adoro frequentar lojas de tecido, mas dá pra escolher as próprias estampas e, se você não costura, mandar fazer as capas. Enchimentos nós podemos encontrar Continuar lendo

Casa com frescor

Casa com frescor é aquela que deixa a luz entrar, é onde as cores são bem-vindas e o aconchego está presente em todos os detalhes.

casa baunilha1

casa baunilha9

Acho que pra quem vive em dúvida sobre o que fazer para reanimar a casa (reanimar mesmo, gente) uma boa opção é investir no piso. Às vezes não necessariamente precisamos adquirir um novo, mas apenas tratar o que já existe. Madeira é material de Continuar lendo

Cores aquecem o grande loft em NY

Este loft não economiza nas cores. E se não fossem elas, o apartamento ficaria muito frio e monótono já que a metragem e o pé direito são extensos. As cores trouxeram todo o aconchego necessário para querer estar em um espaço tão amplo.

ej_casamanara_476wb_18

Mas o apartamento não chama atenção somente pelo colorido. Algumas soluções são espertíssimas, como a divisão da sala de TV do resto do living por uma parede envidraçada. E a esquina da coluna virou estante, com prateleiras Continuar lendo

Nosso espaço, nossa vida

casa baunilha espaco11

Nossa relação com o espaço é completamente sensorial e cognitiva. Precisamos vivenciar e sentir pra saber qual é.

Peraí, já explico.

Meu namorado viveu a vida inteira em uma casa, no nível do mar como costumo dizer, e enorme. Já eu, sempre em apartamento. Quando ele vinha visitar aqui em Porto Alegre, no JK que dividia com minha irmã e minha prima Continuar lendo

Turquesa na praia

Tem muita gente no clima da praia neste final de ano. Navegando pelos sites, encontrei esta imagem que revela um canto que é lindo e aconchegante, sem deixar de ser praiano.

praia

O azul turquesa é o grande destaque, e reparem que ele cobre a parte da madeira, tanto a parede quanto o banco, o que deu continuidade e deixou tudo mais amplo. Os outros elementos pareciam impossíveis de dividir o mesmo espaço mas criaram um conjunto espetacular. Adorei o toque sofisticado do lustre, junto do troféu/cabeça na parede. O vaso da planta ocupa lugar especial no banco. Almofadas com cores quentes e alegres.

São espaços assim que nos inspiram a ir em frente com as nossas escolhas e com o que gostamos, sem nos enquadrarmos muito em regras e modismos. Esta é uma boa resolução para o novo ano: “deixar a minha casa com a minha cara, reunindo tudo que eu gosto, que represente a minha vida e as minhas memórias, sem me preocupar se vai combinar ou não.”

Partiu?

Foto: Reprodução / Casa Vogue

Welcome to the jungle *4: pedaço de selva em casa

Até a seção Conjunto da Obra aqui da Casa recebeu um post especial versão wild. Na sala, um canto dedicado às plantas e, como coadjuvante, o sofá de veludo verde exibe almofadas no clima da selva. Piso ao estilo Alice no País das Maravilhas e parede black total, why not?

tropical3

Para arrematar a chiquesa, a mesa de centro e o bibelô-abacaxi ostentam o brilho do dourado.

Quer copiar o look? Se liga nas dicas para economizar:

1. Este desenho de piso você encontra até mesmo em acabamentos vinílicos, bem mais em conta do que um piso frio.

2. Com tinta spray dourada você consegue efeito de ouro em mesas e objetos menos nobres!

3. Sem essa de comprar um sofá novo! Revestir o seu bom e velho companheiro pode ser a melhor opção.

4. Antes de adquirir as plantas, pergunte ao vendedor/especialista quais se adaptam melhor às condições de iluminação da sua casa e ao tempo de rega que você tem disponível.

Foto: Reprodução

Vida a cores

Quando se trata de cores na decoração, precisamos fazer uma pausa, sentar, inspirar e expirar e sentir o que verdadeiramente queremos. Nós ficamos tão entusiasmados e ao mesmo tempo loucos porque as opções, não somente de cores mas também de combinações, são tantas, que muitas vezes acabamos nos frustrando antes mesmo de começarmos. Cor tem a ver com sentimento. Quando você já leu tudo sobre o assunto, quando já fixou em sua mente todas as dicas de combinações e passos para não errar, e ainda assim a dúvida impera, pare, respire e decida com a emoção. Simples assim.

27165-1710167-orestudios_creston_04_jpg1É como comprar uma passagem para um destino de férias. Se você não está amando aquilo, se você Continuar lendo

Ciência no décor da casa

Quem nunca foi apaixonado, na época do colégio, pelos mistérios dos planetas, dos animais, dos seres em geral? Quem nunca gostou de folhear os livros especializados atrás de descobertas e informações bizarras sobre nosso planeta? Depois de toda a curiosidade, ainda podemos tirar proveito da ciência para enriquecer nosso décor, deixá-lo mais interessante, instigante e divertido.

Algumas boas ideias para a ciência tomar conta da sua casa:

decorar_con_ciencia_97726480_800x1200O quadro decora e já auxilia no exame da visão.

decorar_con_ciencia_106587809_1800x1200Aqui temos algo que vai além do tema deste post! Que sensacional este pequeno bar feito com caixas de madeira velhas. Parece que foram viradas (apoiadas sobre Continuar lendo

Um verdinho não faz mal a ninguém

Não é exatamente de plantas em casa que vamos falar, embora a cor verde possa preencher a falta destes seres tão necessários. E além de fazer as vezes da porção “natureza” da casa, o verde é uma cor que acalma, fornecendo o equilíbrio do corpo e da mente. É a cor da natureza viva e, portanto, remete à vitalidade, à liberdade, ao crescimento e à renovação.

Ou seja, é uma cor muito bem-vinda!

Esta sala não só usou o verde como combinou sofá, tapete, mesinhas laterais e poltrona no tom de verde! E não ficou over justamente porque é uma cor calma, além do fato de que, na outra metade da sala, o papel de parede em preto e branco faz uma dupla discreta com o buffet em madeira. Tudo em paz. E as almofadas listradas arremataram o estilo.

1Vane-500x752 Não percam os outros detalhes:  Continuar lendo