Uma sala para relaxar

Que sala mais aconchegante essa. Com vista para o verde lá fora, e com uma boa entrada de luz, transmite uma paz… os moradores parecem estar em férias constantes.

Vamos detalhar o espaço e entender o porquê dessa sensação: se quiser aconchego e calor, use tons terrosos e madeira. Some o azul, este azul petróleo, mais escuro (presente nas almofadas e no armário) e você terá o casamento perfeito entre aconchego e sofisticação. Faz tempo que essa dupla marrom&azul dá certo, não tem erro. Sem medo de ser feliz: estampa nas cortinas. Não ficou pesado porque o sofá é liso, da mesma forma que permitiu almofadas com estampas variadas.

As janelas amplas permitem boa entrada de luz, o que ajuda a clarear o ambiente (em termos de cor). Dessa forma, não houve preocupação ao usar cores escuras, porque a sala fica equilibrada com a luz abundante.

Ai, ai… Amo muito tudo isso. : )

Foto: Reprodução

Apê em Paris

Apartamento contemporâneo, colorido e bem iluminado.

A bagunça organizada dos objetos recheia a sala.

Cozinha com janelão, com boa entrada de luz, piso de cimento queimado, com rodapé preto. Detalhe da despensa, que não fica escondida, com potes de vidro padronizados. A placa preta de metal serve como mural.

Adooro quadros e posters na cozinha.

No quarto, o banheiro pode ser visto através da grade acima da cama.

Criação do escritório Double G.

Fotos: Reprodução

A beleza de todas as coisas

Lindo e muito interessante o editorial de moda da revista Est, número 6. A fotografia é belíssima e a composição das imagens foi muito feliz. Harmonia na reunião dos “assuntos” como tecidos, tramas, pedras, muitos elementos da natureza, religiosidade, caveira, formas e cores.

Clique para ampliar!

 A beleza está em todas as coisas e criaturas.

Fotos: Reprodução / Robyn Lea

O quarto sob um olhar diferente

Diferente este quarto, não? Começando pela cama, tábuas irregulares de madeira de demolição cujo acabamento lembra pátina. Outra coisa de que gostei foi o tom de azul da parede lateral. Combinado com o branco da parede maior, o piso claro e a roupa de cama alva, oferece paz e tranquilidade.

Foto: Reprodução / Trevor Tondro

Meia cor

Na onda de personalizarmos vasos – afinal de contas, queremos exclusividade e diversão (sim, porque reaproveitar objetos e criar algo com as próprias mãos é tão prazeroso quanto comprar algo zero quilômetro) – como foi o caso do post sobre os vasos tingidos, trouxe mais uma opção.

Esta, porém, mais simples, pintando com tinta metade do vaso, deixando a outra metade in natura.

Use cores inusitadas. Faça experiências misturando tintas. ; )

Foto: Reprodução

Living de cinema

Este é o living do hotel Four Seasons, em  Marrakech, no Marrocos. Linda a composição de tons claros com algumas pinceladas de cor, no caso dos lírios em tons de rosa e laranja e também das almofadas, amarelas e cilíndricas azuis. As luminárias de metal fazem a referência ao oriente médio, juntamente com grandes aberturas e cortinas.

Copie o look!

Luminárias; cortina de tecido leve; almofadas em tons de amarelo, ouro e azul mediterrâneo; vasos em cores pastel; e mix de flores rosadas e alaranjadas.

Sua sala vai ganhar ares de um set de locação para um filme.

Fotos: Reprodução

Organizando o espaço

Se formos parar pra pensar, há muitas formas de organizar móveis e objetos em um ambiente. E até mesmo os espaços dentro de um espaço.

Podemos criar composições perfeitamente simétricas. No quarto, por exemplo, cada lado da cama recebe o mesmo criado mudo e também abajures iguais. Se essa organização certinha não é a sua praia, pode optar por organizar de forma desigual. Pois é, até o desalinhado pode ser ordenado. Cada um ajeita seu lado da cama conforme seu estilo. Ele prefere o relógio e o livro no criado mudo, e você um porta-retrato com a foto dos dois e aquele arranjo de flores delicado. Pode ficar perfeito. Escolha o melhor jeito.

Fotos: Reprodução 

Apê transformado

Aqui na Casa Baunilha sempre tem alguma coisa acontecendo, ideias chegando e algumas até relembradas. Isso mesmo. Há um tempo, eu li sobre este apartamento, e fiquei apaixonada pelas peças e cores que ele apresentava. Reencontrei o espaço no site da Casa Vogue, e trouxe aqui pra gente se inspirar.

Parece uma história de contos de fada, pois teve um final feliz. Descontentes com a decoração tradicional que o apartamento em Curitiba estava recebendo, os proprietários resolveram dar carta branca ao arquiteto Guilherme Torres para rever os espaços e deixar tudo mais contemporâneo. O resultado foi uma paleta de cores muito interessante, e peças com texturas e desenhos diferentes entre si, formando um conjunto único.

Vamos aos detalhes:

Nas paredes, cimento polimérico, em tons de menta e azul;

A mesinha Mush, a mesa de jantar Fifties, e o sofá Otto são criações de Guilherme Torres;

Revestimento estampado para pufe, da Marimekko;

Cadeiras brancas, para a mesa de jantar, do designer Philippe Starck;

Tapetes Diesel – adoro esta coleção com aparência de detonada.

 

Fotos: Reprodução 

Um novo jardim

Quem diria, aquele arquivo do escritório, metálico, quadrado e frio, ganhou vida nova com um jardim improvisado.

Para acompanhar na composição, cadeira de madeira de demolição, em tons que remetem aos vasos e às flores.

Ideia: Casa & Cia Praia 2012

Fotos: Casa Baunilha