Cozinha fresca

Esta cozinha é a cara do verão. Tem grandes aberturas que permitem boa entrada de luz. Achei perfeita a combinação do tom de azul sereno nas paredes com os detalhes em madeira, como a bancada, a mesa e as cadeiras. Uma boa opção, também em função do piso escuro, são os balcões claros.

A Casa Baunilha é totalmente a favor de peças de arte na cozinha! Seja quadro, cartaz, escultura, como este caso. O importante é enriquecer os olhos.

Projeto: Ogawa Fisher Architects

Fotos: Reprodução / Lincoln Barbour

 

Uma sala para relaxar

Que sala mais aconchegante essa. Com vista para o verde lá fora, e com uma boa entrada de luz, transmite uma paz… os moradores parecem estar em férias constantes.

Vamos detalhar o espaço e entender o porquê dessa sensação: se quiser aconchego e calor, use tons terrosos e madeira. Some o azul, este azul petróleo, mais escuro (presente nas almofadas e no armário) e você terá o casamento perfeito entre aconchego e sofisticação. Faz tempo que essa dupla marrom&azul dá certo, não tem erro. Sem medo de ser feliz: estampa nas cortinas. Não ficou pesado porque o sofá é liso, da mesma forma que permitiu almofadas com estampas variadas.

As janelas amplas permitem boa entrada de luz, o que ajuda a clarear o ambiente (em termos de cor). Dessa forma, não houve preocupação ao usar cores escuras, porque a sala fica equilibrada com a luz abundante.

Ai, ai… Amo muito tudo isso. : )

Foto: Reprodução

Refúgio além do rio

Atravessando o Rio Guaíba, em Porto Alegre, encontra-se uma casa fresquinha, mas aconchegante, com café ao ar livre. Paredes brancas, piso de cimento queimado, madeira nos móveis e detalhes, além de grandes aberturas, para a contemplação da paisagem verde que contorna a casa. Passe livre para a luz natural.

Cozinha e sala integradas. No detalhe, poltrona Favela dos irmãos Campana.

Gostei da praticidade das prateleiras no quarto. Uma boa ideia para substituir o guarda-roupa em casas que ficam fechadas por longos períodos, como as de praia.

Casa projetada pelo designer de interiores Francisco Pinto.

Fotos: Reprodução / Evelyn Muller

Conjunto da obra 2

O que chamou minha atenção, num primeiro momento, foram as flores na jarra. Realmente um toque bastante usado ultimamente, que dá aquele ar de “eu crio, eu improviso” e fica lindo-maravilhoso (quando digo ‘ultimamente’ não quero dizer que isso foi inventado agora, claro, e sim, que tenho visto essa ideia em todo canto, ultimamente).

Logo em seguida percebi o conjunto da obra, que é bastante rico. Gostei do espelho como se fosse um quadro, ostentando a moldura expressiva. O bidê foi adaptado para receber a pia, e mais a jarra. Conclusão: um conjunto de adaptações, muito felizes. Dessa forma, o lavado ficou menos frio e mais receptivo.

Foto: Reprodução

Anarriê

Junho chegou e trouxe junto o friozinho, a vontade de ficar em volta da fogueira, de comer pinhão, pé-de-moleque (vou parar por aqui), e de tomar quentão.

Adorei esta decoração para uma festa junina alegre, quente e iluminada, com direito a bigodes de papel no palito pra animar as fotos.

Em seus lugares! A quadrilha vai começar.

Fotos: Reprodução

Um novo jardim

Quem diria, aquele arquivo do escritório, metálico, quadrado e frio, ganhou vida nova com um jardim improvisado.

Para acompanhar na composição, cadeira de madeira de demolição, em tons que remetem aos vasos e às flores.

Ideia: Casa & Cia Praia 2012

Fotos: Casa Baunilha

 

3 ideias para a sua horta

Depois da horta suspensa em portas de madeira de demolição, seguem agora mais 3 ideias para organizar os temperos que tanto gostamos de cultivar e de incrementar às nossas receitas.

O barco se transformou em horta. Claro que a gente não precisa ter um barco para conseguir este efeito. Com placas de madeira de demolição podemos construir a forma, além de pinceladas de cor e acabamento lixando grosseiramente depois de seco.

O alecrim, a salsinha e a pimentinha ficaram se achando nos reluzentes escorredores de massa. Ainda mais sob a luz direta do sol.

Antigas geladeiras, pintadas em tom prata, acomodam temperos em grande estilo: o sustentável.

Ideias: Casa & Cia Praia 2012

Fotos: Casa Baunilha

Tempero suspenso

Foram muitas as ideias de reutilização de materias mostradas na Casa & Cia Praia, de Tramandaí/ RS. Uma delas foi esta horta suspensa, que reaproveitou portas de madeira, unidas por dobradiças. É uma boa ideia até para quem mora em apartamento e tem um espaço como uma sacada ou uma varanda, pois evita os temidos furos na parede. Até na cozinha pode ficar interessante, como um painel de madeira.

Foto: Casa Baunilha