Do gesso à ferrugem, de volta às origens: um olhar sobre nosso estilo de vida

Eu simplesmente fazia um post sobre a aparência da passagem do tempo na decoração, dos móveis gastos, das falhas nas superfícies e quando me dei conta, a questão ia muito mais além do que texturas. Comecei a pensar em como vivemos a vida hoje.

capa-casa-baunilha

Parece que ou a gente não sabe pra onde ir, ou não consegue mais criar, e então voltamos às origens, aos clássicos e buscamos aquilo que está mais Continuar lendo

Deixe os móveis em paz e só acrescente cores!

Acabamos de falar sobre cores, em como elas podem aquecer um ambiente amplo demais. E agora, procurando justamente por casas aconchegantes, me deparo e me apaixono à primeira vista por esta. Ela reúne boas peças de decoração, antigas, aquelas de presença, de história, e que agora resgatam o “brilho” ao lado de muitos pontos de cor.

Esta é a grande dica! Quer iluminar e alegrar sua casa? Deixe a mobília em paz, não compre nem modifique. Apenas acrescente cores!

casa baunilha cor3

Tá, vai, eu confesso. Me apaixonei foi pelo rei do pedaço.

casa baunilha cor2

E, realmente, se observarmos, os móveis antigos da casa são muito escuros. É com a pintura das paredes e no acréscimo de quadros, tapetes e Continuar lendo

É nos pequenos frascos…

Ou, é nos pequenos apartamentos que encontramos… e aí você completa. Eu completo com “o prazer de viver”. Sério gente, me emocionei de ver e me apaixonei por este apê e não poderia ser melhor para o primeiro post de 2015, pois ele lembra muito o meu no tamanho e na configuração. Ele é compacto e os móveis enxutos respeitam o tamanho do apartamento e o arejamento que ele precisa. Todas as peças, tanto móveis quanto objetos decorativos, combinam perfeitamente, e o casamento das cores ficou fantástico. Adorei.

Bora espiar!

1ape O apartamento de dois quartos pertence à designer de móveis Katy Skelton e seu marido. Ela cria suas peças no home office e muitas Continuar lendo

Décor à flor da pele

Tem editorial lindo de viver (alô, Hebe!) que a revista AD espanhola preparou com inspiração no visual dos filmes do diretor Wong Car-Wai. O ensaio recriou a atmosfera de Amor à Flor da Pele com muita textura, tecidos e móveis vintage.

Ficou assim, um presente para os olhos.

in_the_mood_for_love_66615221_1800x1200in_the_mood_for_love_633106998_919x1200Resgatando as cortinas Continuar lendo

Antes e depois: banheiro reformado, atualizado e lindo

01-banheiro-tem-luzes-de-camarim-paredes-rosas-e-marcenaria-inteligente O banheiro de 3m² e com visual ultrapassado se transformou numa joia – que brilha! A reforma mexeu não somente com o visual, mas também com a planta. O sóbrio rosa-antigo atualizou o espaço e a aura de camarim ficou por conta das  Continuar lendo

Trio parada dura

Um simples móvel de madeira, um padrão gigante na parede e um espelho. Está formado o trio parada dura que vai salvar o seu cômodo.

1americanedit-500x750

O espaço ficou ousadérrimo com as flores gigantes na parede. Apesar da cara básica do móvel vintage, o papel de parede não deixou a peteca cair e tratou de botar o astral lá em cima. Espelhos são Continuar lendo

Vintage é tudo de bom

A revista AD espanhola fez uma seleção de antiquários com imagens belíssimas do interior das lojas que revelam uma série de peças interessantes, que só de olhar ficamos imaginando as histórias e como poderiam ser dispostas em um décor contemporâneo.

anticuarios_694423248_800x1200

anticuarios_762162940_839x1200

Os briques e antiquários são uma saída certeira pra você que quer tirar a casa da mesmice e acabar com a aparência de showroom de loja, já que as peças saíram de linha há muito tempo e você não vai encontrar quem tenha algo igual. Isto sem entrarmos na questão de que você vai levar pra casa peças que foram criadas na época em que os móveis eram feitos para durar. Ou seja, você vai investir em peças de qualidade, com bons acabamentos e material de primeira. Quer mais uma vantagem do décor vintage? Então lá vai: faz a riqueza circular no Continuar lendo

Dimore Studio *3

Há um tempo eu mostrei alguns trabalhos dos guris do Dimore Studio. Eles criam ambientes assim… eu diria, ultrasensoriais, que dão saudades de épocas em que a gente não viveu. De hotéis a residências, o que mais chama a atenção é o fato de que tudo parece ter sido sempre daquele jeito. Os espaços parecem ter sido criados há décadas e, intocados, permanecem até hoje. Combinando texturas e materiais, as superfícies criam uma identidade cuja força ninguém se atreve questionar.

Hoje vamos admirar o restaurante e a piscina do Ceresio/7, em Milão.

02 Continuar lendo

Pra decorar, vale tudo!

Já deu pra perceber que vivemos numa era em que, em se tratando de estética, vale tudo. Como na cultura e na moda. Em um momento estamos praticando meditação. Em outro, ouvindo nu metal. Misturamos couro e spikes com tecidos floreados e delicados. Tá tudo certo em cultivar tudo que a gente gosta de uma vez só em nossos corações. Não precisamos e nem devemos nos prender a estereótipos há muito estabelecidos.

Gente, é sério, o ser humano é muito complexo para que um estilo de vida estereotipado seja o bastante para fazê-lo feliz. Lembra da metamorfose ambulante? Quando sabemos quem somos, e se somos autênticos, tudo combina. Na sua casa não vai ser diferente. Há espaço para todas as suas lembranças e manias.

E para as novas manias que virão…

13nic

Este lar reúne muitos objetos e móveis diferentes. Certamente cada um tem uma história especial para os donos. Todos estes elementos, juntos, fazem todo o sentido. E nota-se, por todos os espaços, uma unidade: a delicadeza dos tons Continuar lendo