O romântico e o obscuro, juntos

O coração espelhado e emoldurado no centro da parede é o grande protagonista da sala de jantar. A mesa Tulipa (meu sonho de consumo), de Eero Saarinen, dos anos 50, é acompanhada por 6 cadeiras, diferentes uma da outra. Os objetos fazem a festa, de borboletas à caveira e pássaros empalhados.

Foto: Reprodução / Filippo Bamberghi

A beleza de todas as coisas

Lindo e muito interessante o editorial de moda da revista Est, número 6. A fotografia é belíssima e a composição das imagens foi muito feliz. Harmonia na reunião dos “assuntos” como tecidos, tramas, pedras, muitos elementos da natureza, religiosidade, caveira, formas e cores.

Clique para ampliar!

 A beleza está em todas as coisas e criaturas.

Fotos: Reprodução / Robyn Lea

Tem mudança na área

Oi gentem! A Casa Baunilha deu uma renovada na decoração, como de costume. De tempos em tempos eu preciso fazer isso, assim como fazemos com a nossa casa. É tão bom mudar…

Esses dias conversava sobre o assunto com uma colega, enquanto olhávamos o apartamento que ela tinha recém alugado. Em poucos dias ela traria sua família e todos os seus pertences encaixotados, e assim ficariam durante um bom tempo até serem reorganizados, um a um. Ela, então, confessou que odeia mudança. Realmente, não é tarefa fácil. É cansativo e pode gerar muita dor de cabeça. Mas estes são fatores com data de vencimento para o dia em que a mudança se encerra. Já os benefícios se estendem por toda a vida que acontecerá naquele lar e, muitas lições, você acaba carregando para o resto da sua existência.

Daí fiquei pensando que é tão bom mudar. Você passa a conhecer outra maneira de viver e encara outras possibilidades de organizar o que esteve do mesmo jeito durante anos. Sem mencionar o maior benefício dentre todos, a meu ver, que é a renovação dos seus pertences. Sim, porque você é obrigado a desocupar aquela gaveta que é aberta só quando falta luz, pra pegar vela, e acaba descobrindo mais 14 objetos que nem lembrava que tinha. E é assim com todas as outras coisas. Sem contar a renovação das energias. Quanto livro fechadito na estante, que você nunca leu, ou não terminou de ler, que agora podem ser doados, e no lugar deles entrarão outros, mais a ver com seu gosto atual para leitura…

Amo mudanças.

E as da Casa Baunilha envolveram um novo cabeçalho, que, confesso, ainda estou mudando. Quero deixar tudo melhor pra vocês ; )

E a grande mudança ocorreu, tcharam! no MENU, com novas categorias de posts. Com o passar do tempo, juntamos muitas ideias bacanas e novos assuntos surgem, gerando essa demanda por maior organização.

Agora o conteúdo pode ser encontrado por cores, ou pelos espaços da casa, como a sala e o quarto. Tem a categoria por dentro, em que podemos conhecer uma casa ou partamento por inteiro, ou pelo menos boa parte dos ambientes. Há também a categoria (isto está parecendo o Oscar) conjunto da obra, com um detalhe de um espaço, um pedaço que não constitui um cômodo completo, mas que mostra o cuidado com que foi organizado e decorado. Tem também uma seção só para ambientes comerciais, como hotéis, restaurantes, lojas, confeitarias, chamada bom para os negócios. Em recepção e datas, tem decorações para dias especiais. Também criei uma só para flores e plantas, para destacar arranjos, jardins, e hortas. Como sou chegada numa velharia, vou selecionar em vintage e retrô tudo que remeter a outras épocas e que a gente adora misturar com peças contemporâneas. Em dicas e etc. todas as nossas conversas e divagações sobre estilos de decoração. Não poderiam faltar o faça em casa, com ideias para colocarmos a mão na massa e reutilizarmos materiais, que é muito importante, e o antes e depois, mostrando a transformação de móveis e ambientes. E ainda estou criando novos ajustes pra gente poder circular melhor por esta Casa, como é o caso da categoria inventando moda na seção Estilo do blog, que mostra ideias pra reinventar peças e acessórios que já temos.

Espero que gostem.

E pra não perder o costume, vamos pegar inspiração nesta pequena sala, que é uma graça, com paredes rosa suave, luz natural, livros, móveis de estilo antigo e um telefone vermelho retrô. Um espaço pequeno, resolvido com móveis enxutos.

Amei de paixão.

Fotos: Reprodução / House to Home

Tie-Dye natural

Com material natural, extraído de plantas e vegetais, é possível personalizar vasos e adquirir um efeito Tie-Dye incrível. Com essa técnica, cada vaso se torna único, pois fica impossível replicar os efeitos.

Para o resultado das imagens, foram utilizados vasos de papel, e material extraído de dálias, beterrabas, folhas de eucalipto e milefólio (flor miúda). Porém, a técnica pode ser aplicada em vasos de outros materiais e com outros elementos natuais, como chás mate, verde e de frutas vermelhas.

É necessário ferver 1 copo de material natural em 2 copos de água, por pelo menos 1 hora. Quanto mais tempo ferver, mais concentrada ficará a cor. Use diferentes recipientes para cada cor. Depois de fervido, coe o material das plantas e deixe o líquido colorido esfriar em uma tijela. Em seguida, comece o trabalho de imersão, até encontrar o tom e o estilo desejados.

Dica 1: Cubra com plástico o espaço que for utilizar, para evitar manchas nos móveis e tapetes. Dica 2: Quanto menor o diâmetro da tijela e maior a sua altura, mais alta será a mancha que ficará no vaso.

O toque final fica por conta da mistura de flores de diversas espécies, arrematando o visual feito à mão, rústico, silvestre.

Vale a pena!

Fotos: Reprodução / Design Sponge

Por um romântico Dia dos Namorados

Não tem como não se sentir mais do que feliz vendo o namorado se empenhar para conseguir reservar uma mesa no restaurante, para aquele jantar especial no Dia dos Namorados. Agora, vamos combinar, não tem como o jantar ser romântico com 1 pessoa além de vocês dois no mesmo ambiente, que dirá 30 (chutei pra baixo né, os restaurantes ficam lotadérrimos). Para uma noite romântica e intimista (e por que não perfeita), que tal criar um clima em casa, para dois, feito por você? Tenho certeza que o atendimento vai ser excelente, sem filas, e vocês ainda poderão ouvir somente o som da voz um do outro com aquela música bacana ao fundo. Quer luxo maior que esse?

Selecionei algumas ideias decorativas para fazermos em casa, fáceis e práticas, que vão ajudar no sucesso do “evento”.

1. Interessantes as tiras de papel com recortes, montadas como cubos ao redor das velas. Simples e barato. 2. Duvido que a mesa no restaurante fosse linda como esta. E o pendente de cravos? Imagine o perfume! 3. Corações feitos com aquele papel especial para depilação, pintados com giz de cera, formam uma cortina na janela. Veja só… 4. Corações de papel entrelaçados. Podem decorar como painel acima da mesa 5. Depois da janta e do vinho, que tal um chocolate quente que diz “eu te amo”?

6. Mais uma cortina de corações, feitos com jornal. Ficou delicada. 7. Arranjo com velas de diferentes tamanhos, e acabamento com sementes. Poderiam ser pedrinhas também. 8. Adorei esta: biscoitos da sorte feitos com feltro. Escreva a mensagem que quiser, e acrescente chocolates. Tudo pode ficar melhor 😉

9. Uma carta-declaração-de-amor enrolada em uma barra de chocolate como se fosse a embalagem? Inusitado. E não esqueça do papel dourado. 10. Os detalhes fazem a diferença, como os corações nos saquinhos de chá. 11. Para decorar a parede, corações de papel costurados.

Olhando assim, podem surgir novas ideias com o que você já tem em casa. Vale a pena.

Feliz Dia dos Namorados!

Fotos: Reprodução